Melatonina


MELATONINA: O SUPER HORMÔNIO

Saiba tudo sobre esse hormônio que pode transformar a sua vida!

 

Nós sabemos que são tantas as informações presentes na Internet a respeito de suplementação que, às vezes, é possível ficar um pouco confuso, não é mesmo? Pensando nisso, criamos esse artigo para que você consiga entender tudo sobre Melatonina, que é conhecida como o super hormônio!

 

Afinal, o que é Melatonina?
 

Trata-se de um hormônio produzido naturalmente pelo corpo humano através da glândula pineal, situada na base do cérebro, e que possui a função de adaptar o organismo para o repouso noturno e também prepará-lo, metabolicamente, para o dia seguinte. Em outras palavras, é um poderoso antioxidante capaz de combater os radicais livres que agridem diariamente o corpo humano.

Vale citar, ainda, que a Melatonina está presente em quase todos os seres vivos existentes, como bactérias, por exemplo, e que cada vez mais tem sido o foco de diversos estudos e pesquisas que evidenciam os benefícios da ingestão desse hormônio de forma sintetizada. No Brasil, a ingestão chama cada vez mais atenção, porém, nos Estados Unidos, a Melatonina já é facilmente encontrada e vendida e, na Europa, é comercializada com prescrição médica.

 

Para que serve a Melatonina?
 

 A Melatonina é usada para corrigir as irregularidades do sono, ou seja, é ideal para os indivíduos que estão em busca de reajuste na rotina do sono, que demoram muito para adormecer ou até mesmo para os que sofrem confusões de sono causadas por longas viagens, devido aos diferentes fusos horários. Interessante, não é mesmo?

 

Estudos revelam ainda que, como a Melatonina regula as funções do sono e a maioria dos órgãos possui receptores para o hormônio, é provável que ela também ajude em outras funções, como, por exemplo, na regeneração celular e no combate a inflamações. Além disso, a Melatonina tem sido analisada em outros usos, como os citados abaixo.

 

- Controle de desordens neurológicas e psiquiátricas;

- Melhoria da ansiedade;

- Auxílio ao tratamento do câncer, pois ajuda a destruir células tumorais;

- Diminuição e até mesmo desaparecimento da enxaqueca;

- Prevenção do Parkinson;

- Controle do peso;

- Tratamento do autismo;

- Organização do relógio biológico, principalmente, para deficientes visuais;

- Melhoria de cólicas em bebês;

- Melhoria no tratamento da síndrome dos ovários policísticos;

- Tratamento de calvície e queda de cabelo. 

 

Fatores que influenciam a produção de Melatonina
 

Existem alguns fatores que influenciam diretamente na produção de Melatonina de forma natural pelo nosso organismo, como: idade, cegueira, exposição a fontes de luz e alguns medicamentos. Por este motivo, caso a produção de Melatonina esteja irregular, a suplementação pode ser uma excelente alternativa.

 

 A produção do hormônio do sono pode ser afetada devido ao envelhecimento, como falamos anteriormente, mas, como estamos cada vez mais expostos a estímulos luminosos, devido ao uso constante do computador e celular, a produção pode ser menor ou irregular em diferentes idades.

 

Melatonina X Mulheres
 

Diversos estudos e pesquisas, inclusive os realizados pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, observaram que a Melatonina pode ajudar as mulheres com infertilidade, já que possui papel significativo no crescimento do folículo ovariano. Além disso, pode auxiliar na sensação repentina de calor durante a menopausa, reduzir o envelhecimento das células e aliviar os sintomas da tensão pré- menstrual.

 

COMO TOMAR MELATONINA?
 

A Melatonina é indicada como suplementação, pois é uma alternativa econômica e também com menos efeitos colaterais do que outros medicamentos geralmente usados com a mesma finalidade. Porém, o uso do suplemento precisa ser orientado e acompanhado por um médico especialista e não deve ser administrada durante o dia, pois pode causar o efeito contrário.

Na forma sintética, ela pode ser encontrada em duas formas diferentes, de rápida absorção ou de liberação prolongada, e em diversas dosagens, como: 1mg, 2mg, 3mg, 5mg ou 10mg.  A dose de rápida absorção indicada diariamente é de 0,3 a 0,5 e, como a dose comercializada mais baixa é de 1mg, o ideal é que o paciente tome meio comprimido de 1mg por dia, antes de ir para cama.

Já a dose diária da Melatonina de Ação Prolongada é de 3mg e deve ser ingerida 1 ou 2 horas antes de ir para a cama. Se a busca é pela diminuição dos efeitos do fuso horário em longas viagens, a dose sugerida é de 4mg na noite da chegada ao novo destino e a suplementação deve ser mantida por mais duas ou cinco noites.

 

A melatonina possui contra indicação ?
 

Não existem riscos no consumo do hormônio, porém é necessária atenção caso o individuo tenha alergia a algum componente da fórmula ou histórico de angina ou infarto. Ademais, a ingestão de forma exagerada deve ser evitada, pois pode causar dor de cabeça, alteração na produção de alguns hormônios, como a prolactina, sono fragmentado, aumento da incidência de pesadelos, tontura, sensação de estar dopado e náuseas.

 

Onde Comprar Melatonina?
 

Na Personall Suplementos você encontra Melatonina 3mgMelatonina NBFMelatonina Optimum além do Triptofano, que também auxilia no sono.